Prefeitura Municipal de Catanduva

Aumentar Diminuir Contraste Acessibilidade

// PANORAMA DA INFLUENZA

separador


 • O que é Influenza 

 A influenza ou gripe é uma infecção aguda do sistema respiratório, ocasionada pelo vírus influenza, com elevado potencial de transmissão. Inicia-se com febre, dor muscular, e tosse seca. Em geral, tem evolução por período limitado, em geral de um a quatro dias, mas pode se apresentar de forma grave. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferta a vacina que protege contra os tipos A,B,C do vírus. A gripe propaga-se facilmente e é responsável por elevadas taxas de hospitalização. Idosos, crianças, gestantes e pessoas com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, ou imunodeficiência são mais vulneráveis aos vírus. Um indivíduo pode contrair a gripe várias vezes ao longo da vida.


 • Tipos de Vírus  

Existem três tipos de vírus influenza/gripe que circulam no Brasil: A, B e C. O tipo C causa apenas infecções respiratórias brandas, não possui impacto na saúde pública, não estando relacionado com epidemias. O vírus influenza A e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o vírus influenza A responsável pelas grandes pandemias (A/H1N1pdm09 e A/H3N2). A vacina contra gripe ofertada no Sistema Único de Saúde (SUS) protege contra estes tipos de três vírus. 


 • Sintomas  

Clinicamente, a doença inicia-se com febre, em geral acima de 38°C, seguida de dor muscular e de garganta, prostração, cefaleia e tosse seca. A febre é o sintoma mais importante e dura em torno de três dias. Os sintomas sistêmicos são muito intensos nos primeiros dias da doença. Com a sua progressão, os sintomas respiratórios tornam-se mais evidentes e mantêm-se em geral por 3 a 4 dias, após o desaparecimento da febre. Os demais sinais e sintomas são habitualmente de aparecimento súbito, como: calafrios, mal-estar, cefaleia, mialgia, dor de garganta, dor nas juntas, prostração, secreção nassal excessiva, tosse seca. 


 • Medidas de prevenção  

Existe uma série de atitudes para reforçar a prevenção da doença e suas complicações. A lavagem das mãos, por exemplo, é fundamental para evitar a infecção pelo vírus da Influenza. As máscaras hospitalares (aquelas vendidas em farmácias) podem ser usadas por pacientes sintomáticos e pessoas próximas a eles. Já o álcool em gel é uma opção para ocasiões em que não é possível lavar as mãos, desde que a pessoa não tenha tido contato com secreção. 


 • Vacina  

A vacina contra gripe é segura e é a intervenção mais importante para evitar casos graves e mortes pela doença. A vacina trivalente protege contra três cepas do vírus influenza. Para 2018, a Organização Mundial da Saúde definiu a composição da vacina com duas cepas de influenza A (H1N1 e H3N2) e uma linhagem de influenza B. Como o organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção contra a gripe após a vacinação, o ideal é realizar a imunização antes do início do inverno, que começa em junho. O período de maior circulação da gripe vai do final de maio até agosto. A campanha de vacinação contra gripe ocorre em um período específico. Por isso, todos os anos, o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, promove a Campanha Nacional de Vacinação. Neste período, é ofertada gratuitamente a vacina para grupos prioritários, formados por públicos mais suscetíveis a desenvolver a forma grave da doença. 


 • Locais  

Unidades com sala de vacina em Catanduva: CS1 Dr. José Perri (Postão), UBS Central, USF Imperial, USF Flamingo, USF Euclides, USF Santa Rosa, USF Lunardelli, USF Nosso Teto, USF Santo Antônio, USF Gaviolli, USF Pedro Nechar, USF Alpino, USF Bom Pastor, USF Pachá, USF Del Rey, USF Nova Catanduva, USF Solo Sagrado, USF Theodoro Rosa Filho, USF Monte Líbano, UBS Vila Soto, UBS Vertoni e UBS Parque Glória.

separador

Prefeitura de Catanduva | www.catanduva.sp.gov.br | Ouvidoria 0800-772-9152