Prefeitura Municipal de Catanduva

Aumentar Diminuir Contraste Acessibilidade

// MÃO-PÉ-BOCA

separador

Escola infantil passa por higienização após surto Mão-Pé-Boca

 

A Escola Municipal de Ensino Infantil (EMEI) Carlos Alberto Spina, localizada no Jardim Eldorado, passou por higienização profunda nesta sexta-feira, dia 4. A medida teve de ser tomada depois que oito crianças que frequentam a unidade foram diagnosticadas com a síndrome Mão-Pé-Boca. Elas foram afastadas do convívio escolar durante o período em que há risco de transmissão do vírus.

 

Os funcionários, inclusive os professores, envolveram-se no mutirão de desinfecção de todos os ambientes da escola, nos materiais e também nos brinquedos. Por conta disso, as aulas foram interrompidas, com aviso prévio aos pais.

 

O atendimento aos alunos volta ao normal na próxima segunda-feira, dia 7. A creche atende 208 crianças, de quatro meses até seis anos de idade.

 

Desde que os casos começaram a ser registrados no mês passado, as equipes da Secretaria Municipal de Saúde, que atuam na área de abrangência da escolinha, monitoram a situação e destinam atenção especial às crianças que contraíram a doença. Além disso, aos profissionais que trabalham na unidade de ensino também receberam orientações sobre como proceder com a higienização.

 

As demais escolas que tiveram crianças diagnosticadas com a doença tiveram acompanhamento semelhante após a notificação.

 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, foram registrados 13 casos da síndrome na cidade. A doença é caracterizada por um vírus que caracteristicamente produz lesões pelo corpo, como bolinhas de água com uma base vermelha nas mãos, nos pés e lesões esbranquiçadas dentro da boca. A maioria das crianças infectadas em Catanduva já está recuperada da enfermidade.

separador

Prefeitura de Catanduva | www.catanduva.sp.gov.br | Ouvidoria 0800-772-9152