Prefeitura Municipal de Catanduva

Aumentar Diminuir Contraste Acessibilidade

// LUTA CONTRA AEDES

separador

Reunião intersetorial discute evolução do Aedes em 2018

 

Profissionais de diversos setores com atuação na área da saúde participaram da primeira reunião intersetorial de 2018 para discutir a evolução do Aedes aegypti em Catanduva. A tratativa faz parte do cronograma de encontros mensais da Sala de Arboviroses, implantada pela Secretaria Municipal de Saúde em setembro passado.

 

O objetivo do trabalho é monitorar os casos e planejar o enfrentamento das doenças transmitidas pelo mosquito, o que inclui a dengue, zika e chikungunya.

 

De acordo com boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde, Catanduva tem dois casos confirmados de dengue este ano. Até agora, foram 36 notificações e 10 exames deram resultado negativo para a doença. Do começo do ano até o momento, nenhum caso de zika ou chikungunya foi registrado na cidade.

 

Em avaliação dos números apresentados, os especialistas consideram a situação de transmissão das doenças sob controle. Mas o alerta fica por conta do risco de surto de dengue, vivenciado na cidade. Na mais recente Avaliação de Densidade Larvária (ADL), realizada em janeiro, a quantidade de focos encontrados em imóveis vistoriados atingiu índice de 8,3%. O aceitável pelo Ministério da Saúde é de 1%.

 

A reunião mensal é uma das estratégias ativas para nortear ações em caso de transmissão e de possível epidemia. Outra iniciativa tem sido a capacitação permanente de médicos e enfermeiros que atuam na rede pública e privada, para os devidos procedimentos envolvendo notificações de dengue, zika e chikungunya.

separador

Prefeitura de Catanduva | www.catanduva.sp.gov.br | Ouvidoria 0800-772-9152