Prefeitura Municipal de Catanduva

Aumentar Diminuir Contraste Acessibilidade

// ETE É DESTAQUE NP BALANÇO DO PAC

separador


Estação de Tratamento de Esgoto de (ETE) é destaque em Balanço do (PAC) 2015

                         ETE foi inaugurada pelo Prefeito Geraldo Vinholi em 27 de junho e trata 100% do esgoto

22.10.15 – O prefeito Geraldo Vinholi proporcionou um marco histórico para o município, com a inauguração da Estação de Tratamento de Esgoto de Catanduva (ETE), que trata 100% do esgoto e despolui o Rio São Domingos. A  obra inclusive é destaque no balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2015.

A foto da obra aparece como destaque na página da publicação onde são indicadas obras relevantes de saneamento realizadas no âmbito do PAC.

Na página aparecem os dizeres. “O Governo Federal realiza ações para melhorar e ampliar o acesso aos serviços de coleta e tratamento de esgoto sanitário e destinação adequada de resíduos sólidos nas cidades brasileiras. O investimento do PAC em Saneamento contribuiu para a melhoria dos indicadores de acesso aos serviços e na qualidade de vida da população. Somente em quatro anos, o número de domicílios urbanos com acesso a redes coletoras de esgotos aumentou 11%. Assim, nas cidades brasileiras, aproximadamente 37 milhões de domicílios são atendidos com redes de esgoto (67%)”.

ETE

A estação tem capacidade de tratar cerca de 450 litros por segundo, em seu pico máximo. O esgoto coletado, antes de ser bombeado para a estação, chega à Estação Elevatória de Esgoto, local em que recebe o pré-tratamento, com um gradeamento capaz de separar sólidos com dimensões maiores, como frascos de shampoo, garrafas pet, fraldas, entre muitos outros. Após o pré-tratamento, o esgoto é bombeado para a ETE.

Na Estação de Tratamento de Esgoto, o efluente passa por mais um gradeamento, capaz de reter os pequenos sólidos, como cabelo e estopa, por exemplo. Em seguida segue para o desarenador - caixa de areia - onde toda a areia é retirada. Após isso, vai para as lagoas de aeração, onde o efluente é submetido à agitação mecânica.

Neste ponto ocorre a oxigenação da mistura, eliminando os gases indesejáveis e acelerando o processo de decomposição. Depois de algum tempo, o efluente segue para as lagoas de decantação, onde os resíduos ficam depositados no fundo e a água livre dos resíduos segue de volta para o rio São Domingos, com mais de 80% de pureza.

 

separador

Prefeitura de Catanduva | www.catanduva.sp.gov.br | Ouvidoria 0800-772-9152